Vale a pena ser advogado PJ?

Compartilhe nas redes!

Vale a pena ser advogado PJ? Essa é uma dúvida muito comum entre profissionais de advocacia que estão avaliando a possibilidade de abrir um CNPJ.

Sabendo disso, o Eu Contador, sua assessoria contábil especializada em advogados e escritórios de advocacia, decidiu preparar um conteúdo completo sobre o assunto

Aqui você vai conferir em detalhes, quanto os advogados pagam de imposto atuando como pessoa física, e como funciona a tributação na pessoa jurídica. Além disso, a nossa equipe preparou um passo a passo completo para abertura do seu CNPJ.

Vale a pena ser advogado PJ: tributação na pessoa física

De acordo com a legislação em vigor, advogados que atuam como pessoa física, precisam contribuir mensalmente para o Imposto de Renda, cuja alíquota alcança 27,50% sobre os seus rendimentos.

Veja a tabela:

Base de cálculo Alíquota Parcela a deduzir
Até 2.259.20 Isento Isento
De 2.259,21 até 2.826,65 7,50% R$ 169,44
De 2.826,66 até 3.751,05 15% R$ 381,44
De 3.751,06 até 4.664,68 22,50% R$ 662,66
Acima de 4.664,68 27,50% R$ 896,00

Além disso, o profissional também precisa contribuir para o ISS – Imposto Sobre Serviços, cuja alíquota varia de 2% a 5% sobre o faturamento, a depender do município.

Sem dúvida alguma, esse é um modelo de tributação com alíquotas muito elevadas, e que na maior parte dos casos não é a opção mais econômica para os advogados.

Vale a pena ser advogado PJ: tributação na pessoa jurídica

Advogados que buscam a orientação de uma contabilidade especializada e que entendem que vale a pena ser PJ, podem recolher os seus impostos com base em regimes como o Simples Nacional ou o Lucro Presumido.

No Simples Nacional os impostos mensais são pagos em guia única, cujo valor é calculado sobre o faturamento. Veja as alíquotas:

Faixa Receita em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até 180.000,00 4,50%
De 180.000,01 a 360.000,00 9,00% R$ 8.100,00
De 360.000,01 a 720.000,00 10,20% R$ 12.420,00
De 720.000,01 a 1.800.000,00 14,00% R$ 39.780,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,00 22,00% R$ 183.780,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,00 33,00% R$ 828.000,00

Neste regime, faturando até R$ 180 mil por ano, ou seja, em média R$ 15 mil por mês, os advogados pagam apenas 4,50% em impostos sobre o faturamento.

Por sua vez, a partir de determinado momento, um regime de alíquotas progressivas como o Simples deixa de fazer sentido, sendo mais interessante optar pelo Lucro Presumido.

No Lucro Presumido a carga de impostos dos advogados pode variar de 13,33% a 16,33% sobre o faturamento, observada a seguinte distribuição de impostos:

  • Tributos federais: 13,33% sobre o faturamento;
  • Tributo municipal (ISS): 2% a 5% sobre o faturamento.

 

Não tenha dúvidas, vale a pena ser advogado PJ, e se você deseja encontrar o regime tributário mais econômico para a sua realidade, entre em contato conosco!

Vale a pena ser advogado PJ: conheça outros benefícios

Além de garantir uma boa economia no pagamento de impostos, o advogado que decide ser PJ pode aproveitar outras vantagens, dentre as quais, podemos destacar:

  • Permissão para emitir notas fiscais: Com um CNPJ você terá permissão e facilidade para emitir nota fiscais de prestação de serviços.
  • Economia no plano de saúde: Profissionais PJ conseguem contratar um plano de saúde com mensalidades mais atrativas.
  • Conta bancária PJ: Como pessoa jurídica você poderá abrir uma conta bancária empresarial e ter acesso a todos os benefícios que esse tipo de solução pode oferecer, incluindo linhas especiais de crédito.
  • Lucro isento de IRPF: Você poderá transferir todo lucro gerado no CNPJ para sua pessoa física, sem precisar pagar IRPF.

 

Na prática, são essas e outras razões que contribuem para que um número cada vez maior de profissionais entenda que vale a pena ser advogado PJ.

Como abrir CNPJ para advogado?

Agora que você já sabe que vale a pena ser advogado PJ, vamos conferir o passo a passo para abertura da sua PJ de advocacia.

1.Contrate uma contabilidade para advogados

Quando o objetivo é abrir CNPJ para advogado, a primeira coisa que o profissional precisa fazer é contratar os serviços de uma contabilidade especializada.

O contador vai esclarecer suas dúvidas, cuidar dos trâmites para abertura da sociedade, bem como, lhe ajudar a manter todas as obrigações em dia com o fisco e economizar no pagamento de impostos.

Se você ainda não possui um contador especialista ao seu lado, saiba que você pode contar com o time do Eu Contador!

2.Separe os documentos necessários

Na sequência e com a orientação da contabilidade, você precisará separar os documentos necessários para abrir o seu CNPJ, incluindo:

  • 02 vias do requerimento assinado pelo sócio, conforme modelo disponibilizado pela OAB;
  • 04 vias do instrumento de contrato devidamente rubricado e assinado, não sendo necessário reconhecimento de firma;
  • Declaração de inexistência de Impedimento ou Incompatibilidade para o sócio;
  • Ficha cadastral devidamente preenchida.

3.Defina o tipo de CNPJ para advogado

Existem dois tipos de CNPJ para advogados, e você precisará escolher entre um deles:

  • Sociedade Unipessoal de Advocacia: Natureza jurídica para advogados que desejam abrir um CNPJ individual, ou seja, sem sócios.
  • Sociedade de Advocacia: Natureza jurídica para dois ou mais advogados que desejam abrir um CNPJ para atuar em sociedade.

4.Aguarde o registro e legalização da sociedade

Por fim, você precisará aguardar alguns dias, enquanto a contabilidade cuida dos trâmites para registro e legalização da sociedade de advocacia, o que inclui:

  • Registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB);
  • Emissão do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica);
  • Emissão da Inscrição Municipal e Liberação do Alvará de Funcionamento.

 

Para saber mais sobre os benefícios de ser advogado PJ, esclarecer outras dúvidas e abrir o seu CNPJ sem qualquer tipo de complicação, clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco!

Como uma contabilidade digital o Eu Contador atende advogados e escritórios de advocacia de várias partes do país!

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Qual o CNAE para infoprodutor?

Qual o CNAE para infoprodutor?

Qual o CNAE para infoprodutor? Essa é uma dúvida muito comum entre empreendedores que pretendem abrir um CNPJ para trabalhar com a venda de e-books,

Recomendado só para você
Você sabe o que é e como funciona uma Sociedade…
Cresta Posts Box by CP