O Mercado Livre e a B2W bloquearam meu MEI, o que fazer?

O Mercado Livre e a B2W bloquearam meu MEI, o que fazer?

O Mercado Livre e a B2W bloquearam o seu MEI? Veja nesse artigo o que é preciso fazer para regularizar a situação e voltar a vender o quanto antes!

Mas, antes de mais nada é preciso conferir algumas das práticas que podem ter levado as plataformas a bloquearem a conta da sua empresa.

Condutas que podem levar o MEI a ter sua conta bloqueada no Mercado Livre e na B2W

O Mercado Livre e a B2W estão constantemente preocupados com a satisfação dos seus clientes e com a qualidade dos serviços que a eles são prestados, assim como também com a qualidade dos produtos que são comercializados pelos seus parceiros de negócios por meio das plataformas.

Sendo assim, tanto o Mercado Livre, quanto a B2W costumam adotar normas e critérios rigorosos de qualidade que quando descumpridos, principalmente se de forma reiterada podem culminar no bloqueio da conta do vendedor.

Veja abaixo quais são as principais condutas que podem levar um MEI ou outra empresa qualquer a ser bloqueada pelas plataformas.

Falta de comunicação com os clientes

O Mercado Livre e a B2W por meio das suas plataformas reservam um espaço para que os consumidores e clientes possam entrar em contato com os vendedores para retirar dúvidas, enviar reclamações ou fazer sugestões.

Logo, ambos os sites exigem dos vendedores cadastrados um prazo aceitável de resposta aos clientes, como também o uso de linguagens de comunicação adequadas para uma relação de consumo. Mesmo, que isso não seja recíproco por parte do consumidor.

Sendo assim, quando o vendedor deixa de comunicar-se com seus clientes da forma desejada ou simplesmente ignora as mensagens, uma das punições que podem ser adotadas pelas plataformas é o bloqueio temporário ou definitivo do CNPJ, ficando assim impedida a respectiva empresa de realizar vendas por meio das plataformas.

Venda de produtos proibidos por lei ou então pelo site

Outro motivo muito comum para o banimento e bloqueio de uma conta no Mercado Livre e na B2W está relacionado ao anúncio e a comercialização de produtos não autorizados pelas plataformas ou pior ainda, proibidos por lei.

Alguns tipos de produtos são terminantemente proibidos de serem anunciados nesses sites, dentre eles tabaco, drogas ilícitas, armas, fogos de artifício, passagens aéreas e alguns outros.

Em geral, nos termos de uso dos sites é possível verificar a lista completa de produtos proibidos para venda. Caso mesmo assim, o anunciante insista, inevitavelmente sua conta será bloqueada, na maioria das vezes de forma definitiva.

Produtos cadastrados de forma indevida

Outro erro muito comum que pode levar uma conta a ser banida no Mercado Livre e também na B2W diz respeito ao descumprimento de regras básicas relacionadas ao cadastramento de produtos.

Todos os marketplaces contam com uma série de exigências a serem seguidas pelo anunciante em relação ao cadastro de produtos no site. Logo, caso tais exigências não sejam observadas o respectivo anúncio poderá ser retirado do ar, ou então a conta do anunciante bloqueada.

Para evitar problemas com as plataformas e bloqueios indesejáveis, tenha cuidado para que seus anúncios sejam o mais claros possíveis, não transmitam informações ilegais ou inverídicas e também não infrinjam direitos autorais.

Vale destacar ainda, que tanto o Mercado Livre, quanto a B2W não aceitam que sejam veiculados nos seus anúncios links para outros sites e também uma quantidade mínima para aprovação da compra.

Sonegação de impostos e produtos de origem duvidosa

A sonegação de impostos e a venda de produtos de origem duvidosa também é uma prática não permitida pelos marketplaces. Sendo assim, o anunciante e vendedor que atua nessas plataformas deve seguir a risca os ditames da legislação tributária brasileira.

O envio de produtos sem nota fiscal por exemplo, é um dos principais motivos que podem levar uma empresa a ter sua conta bloqueada nesse tipo de plataforma.

Por isso, mesmo que você seja MEI e esteja legalmente dispensado de emitir notas fiscais, evite correr riscos, envie a nota fiscal das mercadorias junto com seus produtos. Além de não correr o risco de sofrer punições, você transmite confiança e profissionalismo aos seus clientes.

Decumprimento dos prazos de entrega

Por fim, chegamos ao motivo campeão em bloqueio de vendedores tanto no Mercado Livre, tanto na B2W, os atrasos na entrega dos pedidos.

Mercado Livre e B2W contam com prazos rigorosos para a entrega de pedidos aos clientes. Logo, o descumprimento injustificado e reiterado de tal prática não só reduz a reputação do vendedor no site, como também pode levar a um bloqueio temporário ou permanente.

Vendedores que atrasam suas entregas também podem acabar tendo pedidos cancelados por solicitação dos clientes as plataformas. Caso isso aconteça, é bom que você tenha boas justificativas para não ter a sua conta bloqueada.

Como desbloquear minha conta e voltar a vender no Mercado Livre e na B2W?

Se você se descuidou e acabou cometendo algumas das condutas listadas acima e teve a sua conta bloqueada no Mercado Livre ou na B2W, veja agora o que você pode fazer para reverter essa situação.

Entre em contato com o suporte do marketplace

Após ter a conta bloqueada, a primeira coisa que você deverá fazer é entrar em contato com o suporte da plataforma em busca de maiores informações a respeito do bloqueio.

No contato com o suporte da plataforma, verifique qual foi o motivo do bloqueio, se ele é temporário ou permanente e se você pode fazer algo para reverter essa situação.

Aguarde alguns dias pelo desbloqueio do seu cadastro

Alguns bloqueios cadastrais promovidos pelo Mercado Livre e pela B2W podem ser temporários, como uma espécie de punição ou aviso ao vendedor de que algo está errado. Se esse for o seu caso, aguarde alguns dias e após o cumprimento da penalização aplicada sua conta poderá ser reativada.

Abra uma empresa no Simples Nacional

Se você é MEI e a sua conta foi bloqueada pelo Mercado Livre ou pela B2W, uma opção é buscar o auxílio do contador e formalizar uma nova empresa, mas agora como Simples Nacional, uma vez que não é permitido ao empreendedor possuir mais de um MEI.

Ao formalizar uma empresa como Simples Nacional, você obterá um novo CNPJ e portanto poderá realizar um novo cadastro e assim voltar a vender por meio das plataformas.

Pensando em abrir uma nova empresa para atuar no Mercado Livre ou na B2W? Conte com quem é especialista no assunto!

Entre em contato com o EuContador e de início ao processo de abertura da sua empresa hoje mesmo!

Orçamento