EuContador

É médico e entrou em falência? Aprenda com seus erros!

Falência

O empresário aposta no seu sonho, reúne as condições necessárias para iniciar o seu empreendimento e algum tempo depois… vai à falência. Se você se encontra entre os que já passaram por esta situação, saiba que isso é mais comum do que você imagina. Principalmente em momentos de crise como o que atravessamos, essa situação se multiplica.

De fato, em 2016, os pedidos de falência subiram quase 32% em relação ao mesmo período do ano passado. O golpe foi massivo nas pequenas empresas, que representam 88% dos pedidos, seguidas pelas médias empresas, com 9% e, finalmente, os grandes empreendimentos, com 3% do total. O momento pede cautela, mas também pode servir de aprendizado para muitos empreendedores.

Entenda um pouco mais sobre Médico

No final das contas, a questão é: a falência e concordata foi decretada. Há duas formas de lidar com isso: pensar no momento como uma etapa ou acreditar que nada mais vale à pena. Neste sentido, gostaríamos de compartilhar uma citação pertinente: “A maior glória em viver não está em nunca fracassar, mas em levantar a cada vez que caímos.” Ralph W. Emerson, escritor norte-americano.

[elementor-template id=”8045″]

Há vida após a falência

Se o incidente é recente, você ainda pode estar se sentindo bastante perdido. Neste caso, tente imprimir a seguinte sequência de considerações:

  1. Primeiramente admita a crise, não tente fugir. Aliás, viva cada instante deste momento desagradável, isso vai ser importante para sua recuperação.
  2. Em segundo lugar não pense só em dinheiro. Quantas experiências positivas você teve antes de falir?
  3. Reconstrua, gradualmente, seus objetivos. Ter uma meta a longo prazo é importante para manter a cabeça no lugar e orientar suas próximas escolhas.
  4. Não se precipite. É hora de estar atento às novas oportunidades, mas também conseguir discernir o que vale à pena e o que pode piorar sua situação.
  5. Por fim, entenda que o sucesso não está fora das suas possibilidades. Veja os exemplos de outros que passaram pela mesma situação.
         

O que a falência ensina

Sua experiência vale ouro. A melhor escola é a prática, e você já teve pelo menos uma oportunidade de vivenciar a rotina de um empreendimento e lidar com problemas reais.

    • Você já conhece o caminho. Sendo realista, você já trilhou o caminho da ascensão e o da queda. Com o primeiro, temos certeza de que você não vai mais perder tempo com problemas menores. O segundo deve ensinar onde você errou e como evitar as mesmas falhas.
    • Você pode ser mais pragmático. Acabou a fase do romantismo, nada como a prática para mostrar o que é realmente importante. Aliado a este aspecto, é hora de pensar menos em si e entender o que o mercado tem para ensinar.
  • Você vai querer vencer novamente: Nada como provar o gosto de colocar um projeto em marcha e vê-lo se desenvolver. Essa experiência não desaparece e, provavelmente, vai lhe ajudar a manter o foco na reconstrução da sua vida empreendedora.

Em suma, recuperar-se de uma falência e concordata – ou mesmo de alguma fatalidade financeira parecida – exige que os afetados sejam capazes de absorver o golpe e perceberem que estão novamente em um estágio anterior. Entenda que você não é o único, que milhares de pessoas passam por isso e, mais do que qualquer coisa, são capazes de sobreviver, se recuperar e tentar novamente. Não existe nenhum milionário que não tenha quebrado em alguma – ou várias – de suas iniciativas anteriores.

O euContador é um escritório de contabilidade online com atendimento direto e personalizado (chat, skype, whatsapp ou telefone).
Mantemos sua empresa 100% REGULARIZADA !
Comece agora mesmo!!!