Contabilidade para ecommerce: Como funciona?

Compartilhe nas redes!

Você sabia que uma contabilidade para ecommerce pode fazer grande diferença para que empresas do setor cresçam, aumentem seus lucros e economizem no pagamento de impostos?

Neste conteúdo, vamos apresentar todos os detalhes sobre a contabilidade para ecommerce e como ela pode ser importante para o sucesso do seu negócio.

Aqui você vai conferir:

  • Tributação do ecommerce: Qual o melhor regime tributário para ecommerce?
  • Contabilidade para ecommerce: Como abrir CNPJ
  • Contabilidade para ecommerce: Como emitir nota fiscal

Deseja saber tudo sobre contabilidade para ecommerce? Acompanhe o conteúdo até o final, ou se preferir, clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco!

Tributação do ecommerce: Qual o melhor regime tributário para ecommerce?

A tributação e o pagamento de impostos no ecommerce é um dos assuntos que mais geram dúvidas nos empreendedores e que merece bastante atenção.

É importante destacar que a depender do regime tributário escolhido, o ecommerce pode pagar mais impostos que o necessário, perdendo margem de lucro e espaço para a concorrência.

Para evitar esse problema é necessário entender como funciona cada regime tributário e contar com o apoio de uma assessoria contábil para definir a melhor opção para o seu negócio.

Atualmente, temos três regimes tributários no Brasil, são eles:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

Dentre as opções, o Simples Nacional e o Lucro Presumido costumam ser as mais indicadas por uma contabilidade para ecommerce.

Simples Nacional

No Simples Nacional os ecommerces pagam todos os seus impostos em guia única, com alíquota de tributação a partir de 4% conforme demonstrado na tabela abaixo.

Neste regime, os ecommerces podem faturar até R$ 4,8 milhões ao ano, com alíquota efetiva de 11,12% sobre o faturamento.

A alíquota efetiva representa o percentual sobre o faturamento que será efetivamente pago em impostos, após o desconto da parcela a deduzir prevista no Simples Nacional.

Atualmente, a maior parte dos ecommerces com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões estão enquadrados no Simples Nacional.

Lucro Presumido

O Lucro Presumido é um regime tributário para empresas com faturamento anual de até R$ 78 milhões, sendo normalmente utilizado por ecommerces que atingiram o limite de receita do Simples Nacional.

A tributação para ecommerces no Lucro Presumido é composta por 5,93% em impostos federais, mais o ICMS, imposto estadual que incide sobre a venda de mercadorias.

A alíquota de ICMS varia de estado para estado e também em função do tipo de produto que está sendo comercializado.

Para descobrir qual é o regime tributário mais econômico para o seu negócio e aumentar seus lucros, clique em um dos botões ao final da página e entre em contato com o nosso time de especialistas em contabilidade para ecommerce.

Contabilidade para ecommerce: Como abrir CNPJ

Você já sabe que pode economizar no pagamento de impostos ao fazer uma boa escolha em relação ao regime tributário.

Agora é hora de conferir como a contabilidade para ecommerce pode ajudar você a abrir o seu CNPJ.

1.Separe os documentos para abrir ecommerce

Para abrir um ecommerce você precisará dos seguintes documentos:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Carnê IPTU ou contrato de locação do imóvel de instalação da empresa.

2.Contrate um contador especializado

Na sequência, é importante que você invista na contratação de um contador especializado no seu segmento.

Escolher um contador que realmente entenda do seu negócio pode ser muito importante, principalmente para a economia de impostos e aproveitamento de benefícios fiscais.

3.Elabore o contrato social

Com o auxílio do seu contador, elabore o contrato social da empresa, documento que será utilizado para registro do negócio na Junta Comercial e que possui uma série de informações importantes, dentre elas:

  • Capital investido na empresa;
  • Identificação dos sócios;
  • Responsabilidades de cada sócio;
  • Natureza jurídica da empresa;
  • Lista de atividades desenvolvidas pela empresa;
  • Local de instalação do negócio.

4.Registro na Junta Comercial e emissão do CNPJ

Logo em seguida, o contador cuidará do registro do seu ecommerce na Junta Comercial do Estado e na Receita Federal.

Nesta etapa será emitido o NIRE – Número de Identificação no Registro de Empresas e o CNPJ – Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas.

5.Emissão das Inscrições e Alvará de Funcionamento

Com o CNPJ em mãos, a sua contabilidade para ecommerce irá protocolar o pedido para emissão da Inscrição Estadual e da Inscrição Municipal.

Além das inscrições, também será necessário solicitar a emissão do Alvará de Localização e Funcionamento.

Com todos os documentos emitidos, o ecommerce estará devidamente legalizado para entrar em funcionamento.

Contabilidade para ecommerce: Como emitir nota fiscal

Você já sabe como funcionam os regimes tributários para ecommerce e conferiu o passo a passo para abrir o CNPJ do seu negócio.

Com o CNPJ e Alvará de Funcionamento em mãos, você poderá iniciar as suas vendas. No entanto, é importante lembrar que a cada venda realizada será preciso emitir uma Nota Fiscal Eletrônica – NFe.

Para emitir suas notas fiscais, será necessário adquirir um certificado digital do tipo A1 ou A3 e ter acesso a um sistema emissor de notas.

Mas, não se preocupe, ao escolher os serviços em contabilidade para ecommerce do Eu Contador, você receberá treinamento e orientação para emitir suas notas fiscais.

Você possui ou está pensando em abrir um ecommerce e procura por uma contabilidade especializada?

Então, não perca mais tempo, conte com o apoio e assessoria do nosso time de especialistas em contabilidade para ecommerce. Entre em contato conosco, clicando em um dos botões abaixo.

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Simples Nacional para engenheiros

Simples Nacional para engenheiros

Como funciona o Simples Nacional para engenheiros? Será que este é o melhor regime tributário para engenheiros que possuem ou pretendem abrir um CNPJ? Em

Recomendado só para você
Procurando por uma assessoria especializada em contabilidade para gestor de…
Cresta Posts Box by CP