Você está preparado para a EFD Reinf no Lucro Presumido?

Compartilhe nas redes!

Estamos prestes a receber o mais novo módulo do pacote de implementações do SPED – Sistema Público de Escrituração Digital, o EFD Reinf Simples Nacional – Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída.

Esse novo módulo é um complemento ao e-Social e visa apurar as retenções do contribuinte que não estão relacionadas ao trabalho, a receita bruta e as contribuições previdenciárias substituídas.

Detalhamos todas as principais características sobre Lucro Presumido

O que será que muda com a implementação deste novo sistema? Será que você já tem todas as informações e ferramentas para prestar contas? Veja neste post o que você precisa!

Quem deve preencher a EFD Reinf

De acordo com a Receita Federal, as empresas que se enquadram nos seguintes critérios estão obrigadas a preencher a EFD Reinf quando começa:

  1. Tomadores de serviços;
  2. Prestadores de serviços;
  3. Pessoa jurídica de produção rural;
  4. Associações desportivas que mantenham equipe de futebol profissional e empresas que repassem recursos a este tipo de empresa;
  5. Empresas que tenham a contribuição previdenciária calculada sobre a receita bruta.

Quais são as informações a serem transmitidas na EFD Reinf:

  1. Serviços tomados ou prestados mediante concessão de mão de obra ou empreitada;
  2. Retenção de IR, CSLL, COFINS e PIS/PASEP sobre pagamentos efetuados a pessoas físicas ou jurídicas;
  3. Recursos recebidos por instituições desportivas que mantenham equipe de futebol profissional;
  4. Comercialização de produtos agrícolas realizados por produtores rurais pessoa jurídica;
  5. Por fim, eventos associados a entidades desportivas que mantenham equipe de futebol profissional.

Como sua empresa deve se preparar

Primeiramente, saiba que as informações a serem transmitidas pela EFD Reinf não são de obrigação apenas da contabilidade. Vários setores são responsáveis por enviar as informações corretas para que o sistema seja alimentado:

  1. primeiramente a Área de tecnologia;
  2. em segundo lugar suprimentos;
  3. Financeiro;
  4. Jurídico;
  5. Por fim, tributário.

Neste sentido, é fundamental que você tenha um sistema de informação centralizado e que permita extrair todas as informações solicitadas com facilidade, haja vista que o EFD Reinf possui nada menos do que 587 campos, 12 eventos e 9 tabelas. Quanto maior sua capacidade de reunião de dados e análise dos mesmos, mais fácil será fornecer as informações corretas ao SPED.

A integração de sistemas é outro fator que pode impactar positivamente na sua capacidade de gerar informação de qualidade para que esta seja repassada no momento certo para o EFD Reinf. Usar sistemas de ERP que sejam capazes de integrar módulos, escalar capacidade de dados e tornar sua gestão o mais ágil possível é um excelente investimento, tendo-se em vista que não há como escapar deste tipo de fiscalização.

Como a primeira prestação de contas será referente ao período 2016 / 2017, significa que o tempo é curto e você precisa acelerar as coisas por aí.

Se você está com dificuldades em estruturar as informações e processos para fazer o lançamento dos dados na EFD Reinf, não hesite em entrar em contato. Nós podemos te ajudar!

Neste vídeo comentei sobre EFD Reinf, saiba o que esperar Empresário!!!

O euContador é um escritório de contabilidade online com atendimento direto e personalizado (chat, skype, whatsapp ou telefone).
Mantemos sua empresa 100% REGULARIZADA !
Comece agora mesmo!!!
Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
Exportação sempre foi um tema para grandes empresas, pois a…
Cresta Posts Box by CP