EuContador

Transparência com o certificado digital

Certificado Digital

A internet trouxe diversas facilidades para a comunicação e compartilhamento de informações, seja entre duas empresas, na relação com seus clientes, instituições financeiras e até mesmo com o governo. Mas, tanta facilidade cobra seu preço e hoje é fundamental estar atento à segurança das informações transmitidas.

O certificado digital surgiu justamente para oferecer um ambiente seguro para que essa troca de informações não gere problemas nem prejuízos para as partes envolvidas.

Continue lendo esse artigo e entenda melhor o que é a certificação digital e porque ela é tão importante tanto para empresários quanto para consumidores!

[elementor-template id=”8045″]

O que é certificação digital?

Existe mais de um tipo de certificação digital. Elas são emitidas por um órgão do Governo Federal denominado ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileiras). Sua principal finalidade é criar uma identidade virtual confiável para pessoas físicas e jurídicas.

Existem no total oito certificados distintos, divididos entre as séries A e S. A primeira compreende os certificados:

  • A1,
  • A2,
  • A3 e
  • A4, que atestam a identidade de uma pessoa ou organização para que essa possa utilizar serviços digitais.

Já os tipos:

  • S1,
  • S2,
  • S3 e
  • S4 são utilizados para criptografar arquivos compartilhados no ambiente virtual – como documentos e mensagens.

Nesse sentido apenas quem possui a chave de decodificação consegue ter acesso ao conteúdo criptografado.

Porque a certificação digital é tão importante?

Antes dos certificados digitais, todos os livros e documentos fiscais e contábeis eram físicos. A empresa e os órgãos públicos eram inundados com um emaranhado de papéis, arquivos e carimbos e os contadores arrancavam os cabelos sempre que precisavam encontrar algo específico.

Graças à tecnologia essa realidade não existe mais. Hoje é tudo eletrônico.

Além de ser muito mais eficiente contra roubos de informação, a certificação digital evita que determinados dados de uma empresa sejam preenchidos de maneira anônima. Isso porque ele exige uma assinatura que responsabiliza a pessoa que enviou tais informações.

Certificação digital e contabilidade

O ambiente virtual tem se tornado cada vez mais presente no cotidiano dos contabilistas. Cada vez mais processos e problemas são resolvidos no ambiente digital, através de softwares e sites de diferentes organizações privadas ou governamentais.

O Sped é um bom exemplo. Em 2016, a interface das pessoas jurídicas com o Governo Federal completa dez anos. O que no início gerou bastante desconfiança, hoje representa uma excelente solução para os problemas burocráticos enfrentados pelos profissionais de outrora.

         

Exemplos de aplicação das certificações digitais

Outros bons exemplos são a Escrituração Contábil Fiscal e a NF-e (Nota Fiscal eletrônica), presentes no cotidiano da grande maioria das empresas e resolvidos 100% virtualmente. Ambas exigem a certificação digital para que os documentos sejam enviados.

Em suma nesse contexto tecnológico, conhecer as diferentes certificações digitais e saber quais são os requisitos para o envio de documentos oficiais tornou-se um conhecimento fundamental para qualquer profissional de contabilidade. Por isso, busque estar sempre atualizado!

Neste vídeo comentei sobre qual a diferença entre o certificado digital A1 e A3, fique atento!

O euContador é um escritório de contabilidade online com atendimento direto e personalizado (chat, skype, whatsapp ou telefone).
Mantemos sua empresa 100% REGULARIZADA !
Comece agora mesmo!!!