Como funcionam os impostos na venda de PLR

Compartilhe nas redes!

Você sabe como funcionam os impostos na venda de PLR e qual é o melhor caminho para economizar no pagamento de tributos e lucrar mais?

Nesse conteúdo, o Eu Contador, sua contabilidade especializada em negócios digitais vai detalhar tudo o que você precisa saber sobre impostos na venda de PLRs.

Com esse conteúdo, temos dois objetivos: ajudar você a manter suas obrigações em dia com o fisco e contribuir para sua economia em impostos.

O que são PLRs no mercado digital?

No contexto do mercado digital, PLR (Private Label Rights) é uma forma de licenciamento que permite que um indivíduo ou empresa compre um infoproduto, como um e-book ou curso online, com direitos para revendê-lo como se fosse de sua própria autoria.

Sendo assim, ao adquirir o PLRs de um infoproduto, você obtém permissão para editar, modificar e personalizar o conteúdo de acordo com suas necessidades.

Na prática, isso significa que você pode adicionar o seu próprio logotipo, alterar o título, fazer ajustes no conteúdo, e até mesmo comercializá-lo como um produto original.

Por isso, é cada vez maior o número de empreendedores que compram PLRs para revender e ganhar dinheiro na internet sem precisar criar um infoproduto do zero.

Como funcionam os impostos na venda de PLR

Para que a venda de PLRs seja lucrativa, o empreendedor precisa entender quais são os custos envolvidos no negócio, a começar pelos impostos.

Dito isso, é importante que você saiba que o primeiro passo para economizar no pagamento de impostos é abrir um CNPJ, já que a carga de impostos para venda de infoprodutos como pessoa física é muito elevada.

Por sua vez, com um CNPJ em mãos, quem vende PLRs costuma recolher seus impostos com base no Simples Nacional ou no Lucro Presumido.

Simples Nacional para venda de PLRs

O Simples Nacional é um regime tributário que pode ser adotado por negócios com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. Sua principal característica é o pagamento de impostos em guia única sobre o faturamento.

Na sequência, vamos apresentar as alíquotas do Simples Nacional para PLRs de e-book e PLRs de cursos online.

  • PLR de e-book: No Simples Nacional, PLRs de e-books são tributados com base no Anexo I, com alíquota a partir de 4% ou um pouco menor, se o contador aproveitar a imunidade de ICMS para livros digitais.
Faixa Receita em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até 180.000,00 4,00%
De 180.000,01 a 360.000,00 7,30% R$ 5.940,00
De 360.000,01 a 720.000,00 9,50% R$ 13.860,00
De 720.000,01 a 1.800.000,00 10,70% R$ 22.500,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,00 14,30% R$ 87.300,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,00 19,00% R$ 378.000,00
  • PLR de curso online: Por sua vez, PLRs de cursos online podem ser tributados com base no Anexo III do Simples Nacional, cuja alíquota inicia em 6% sobre o faturamento mensal.
Faixa Receita em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até 180.000,00 6,00%
De 180.000,01 a 360.000,00 11,20% R$ 9.360,00
De 360.000,01 a 720.000,00 13,20% R$ 17.640,00
De 720.000,01 a 1.800.000,00 16,00% R$ 35.640,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,00 21,00% R$ 125.640,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,00 33,00% R$ 648.000,00

Lucro Presumido para venda de PLRs

O Lucro Presumido é um regime tributário voltado para negócios com faturamento anual de até R$ 78 milhões, e que em alguns casos, pode ser uma alternativa mais econômica que o Simples Nacional.

Na sequência, vamos apresentar as alíquotas do Lucro Presumido para PLRs de e-book e PLRs de cursos online.

  • PLR de ebook: No Lucro Presumido a venda de e-books é isenta de ICMS, PIS e COFINS. Sendo assim, a tributação mensal para venda desse tipo de PLR fica em 2,28% sobre o faturamento.

 

  • PLR de cursos digitais: Por fim, sobre a venda de PLRs de cursos online, incide uma alíquota de tributação que varia de 13,33% a 16,33% sobre o faturamento mensal.

Diante das possibilidades, quem deseja economizar no pagamento de impostos e lucrar mais, precisa contar com uma contabilidade que compreenda como funcionam os impostos na venda de PLR.

Sendo assim, se você vende ou pretende vender PLRs com economia de impostos, conte com o time de especialistas do Eu Contador. Entre em contato conosco!

Como funcionam os impostos na venda de PLR como pessoa física?

No tópico anterior, comentamos que o primeiro passo para quem deseja pagar menos impostos na venda de PLR é abrir um CNPJ. Comentamos também, que a tributação para quem insiste em vender como pessoa física é muito elevada.

Agora, é hora de explicar melhor essa questão, até para que você consiga comparar todas as opções tributárias disponíveis.

De acordo com a legislação em vigor, quem vende PLRs ou qualquer outro tipo de produto ou serviço como pessoa física, precisa preencher recolher mensalmente até 27,50% em impostos sobre seus rendimentos.

Confira as alíquotas e faixas de tributação para pessoas físicas, na tabela abaixo:

Base de cálculo Alíquota Parcela a deduzir
Até 2.112.00 Isento Isento
De 2.112,01 até 2.826,65 7,50% R$ 158,40
De 2.826,66 até 3.751,05 15% R$ 370,40
De 3.751,06 até 4.664,68 22,50% R$ 651,73
Acima de 4.664,68 27,50% R$ 884,96

Além disso, sem um CNPJ e uma empresa constituída, você não poderá emitir notas fiscais e não vai conseguir transmitir uma imagem confiável para potenciais clientes.

Como pagar menos impostos na venda de PLR

Para pagar menos impostos na venda de PLR, você precisa contar com o suporte de uma contabilidade que conheça o mercado digital e esteja preparada para montar um planejamento tributário que lhe ajude a economizar com impostos.

Se economizar é o seu objetivo, clique em um dos botões abaixo e fale com um dos nossos especialistas.

O Eu Contador é referência em contabilidade para negócios digitais, e pode ajudar você. Nosso time de especialistas vai estudar o seu negócio e os cenários fiscais possíveis, lhe orientando quanto a forma mais econômica de recolher seus impostos.

Só quem é especialista em negócios digitais pode fazer isso por você. Conte com o nosso apoio!

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Qual o CNAE para infoprodutor?

Qual o CNAE para infoprodutor?

Qual o CNAE para infoprodutor? Essa é uma dúvida muito comum entre empreendedores que pretendem abrir um CNPJ para trabalhar com a venda de e-books,

Recomendado só para você
Como abrir CNPJ para engenheiro? Será que vale a pena…
Cresta Posts Box by CP