Estratégias tributárias para vender no Mercado Livre

Compartilhe nas redes!

Empreendedor, você precisa definir estratégias tributárias para vender no Mercado Livre de forma competitiva e lucrativa.

Não tenha dúvidas, sem um bom planejamento tributário e estratégias assertivas, você não conseguirá competir com os seus concorrentes e não obterá os resultados de vendas esperados.

Sabendo da importância da gestão tributária para pessoas e empresas que vendem no Mercado Livre, o Eu Contador decidiu preparar um conteúdo completo sobre o assunto.

Você vende ou pretende vender no Mercado Livre, pagando o menor volume possível de impostos? Se a sua resposta foi “Sim”, continue conosco e acompanhe este conteúdo até o final!

Estratégias tributárias para vender no Mercado Livre: não venda como pessoa física

Se você ainda vende produtos no Mercado Livre, como pessoa física, saiba que está definitivamente não é uma boa estratégia tributária para pagar menos impostos.

A carga tributária para quem comercializa produtos sem um CNPJ, ou seja, como pessoa física é uma das mais elevadas do mercado.

Isso acontece, pois, o empreendedor que não possui CNPJ precisa declarar suas vendas mensalmente através do Carnê Leão, e com isso, declarar o IRPF – (Imposto de Renda Pessoa Física).

De acordo com a legislação em vigor, o IRPF conta com alíquota de até 27,50% ao mês, o que definitivamente pode zerar os seus lucros! Veja a tabela:

Base de cálculo Alíquota Parcela a deduzir
Até 1.903,98 Isento Isento
De 1.903,99 até 2.826,65 7,50% R$ 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15% R$ 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,50% R$ 636,13
Acima de 4.664,68 27,50% R$ 869,36

Além disso, vale lembrar que sonegar e deixar de emitir notas fiscais não é uma opção, por vários motivos:

  • As multas aplicáveis pelo fisco são elevadas;
  • Você pode responder e ser preso por crime de sonegação;
  • As transportadoras não aceitam produtos sem nota fiscal.

Estratégias tributárias para vender no Mercado Livre: monte um planejamento tributário

Você que procura estratégias tributárias para vender no Mercado Livre, pagando o menor volume possível de impostos, já sabe que precisa de um CNPJ, pois vender como pessoa física não é uma opção econômica.

No entanto, é preciso destacar que não basta apenas abrir um CNPJ, é preciso contar com o suporte de uma consultoria contábil especializada.

Aqui no Eu Contador, por exemplo, montamos planejamentos tributários completos para os nossos clientes, garantindo a eles o menor volume possível de impostos sobre suas vendas e operações.

Para começar, é preciso considerar que temos três regimes tributários em vigor no nosso país, cada um deles com suas características e alíquotas.

Na sequência, vamos estudar cada opção para conferir qual é a mais econômica em termos de estratégias tributárias para vender no Mercado Livre.

Simples Nacional para vender no Mercado Livre

No Simples Nacional, quem busca estratégias tributárias para vender no Mercado Livre, contará com alíquota de contribuição mensal, a partir de 4% sobre o faturamento.

Os impostos são pagos em guia única e a empresa pode faturar até R$ 4,8 milhões por ano.

Logo abaixo, você pode conferir as faixas de faturamento e alíquotas do Simples Nacional para comércio:

Faixa Receita em 12 meses Alíquota Valor a deduzir
Até 180.000,00 4,00%
De 180.000,01 a 360.000,00 7,30% R$ 5.940,00
De 360.000,01 a 720.000,00 9,50% R$ 13.860,00
De 720.000,01 a 1.800.000,00 10,70% R$ 22.500,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,00 14,30% R$ 87.300,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,00 19,00% R$ 378.000,00

Lucro Presumido para vender no Mercado Livre

Por sua vez, no Lucro Presumido, quem busca estratégias tributárias para vender no Mercado Livre, contará com alíquota de contribuição mensal de aproximadamente 5,93% em impostos federais.

Além disso, tratando-se de atividades de comércio e venda de mercadorias, será preciso considerar a parcela de contribuição para o ICMS (imposto estadual).

Neste regime, cada imposto é apurado e calculado para pagamento em guia própria e o faturamento anual permitido é de até R$ 78 milhões.

Ao contrário do que muitos pensam, em alguns casos, o Lucro Presumido pode ser mais econômico que o Simples Nacional, reforçando a importância da contabilidade especializada e do poder das estratégias tributárias para vender no Mercado Livre

Lucro Real para vender no Mercado Livre

Por fim, temos o Lucro Real, regime tributário onde parte dos impostos são calculados sobre o lucro líquido, o que faz do mesmo, uma opção interessante para empresas com baixa margem de lucro.

No entanto, é preciso levar em consideração que no Lucro Real as alíquotas de contribuição são mais elevadas e a complexidade para apuração de impostos maior.

Vale destacar, que este regime tributário é obrigatório para empresas com grande volume de vendas, ou seja, que faturam anualmente, mais de R$ 78 milhões.

Não tenha dúvidas, a escolha orientada do regime tributário mais econômico para cada caso, é uma das melhores estratégias tributárias para vender no Mercado Livre.

Como montar uma boa estratégia tributária para vender no Mercado Livre?

Para montar uma estratégia tributária assertiva e maximizar os seus lucros no Mercado Livre, conte com o apoio e assessoria do nosso time de especialistas!

O Eu Contador é um serviço de contabilidade especializado no mercado digital e em plataformas de vendas como o Mercado Livre, a Shopee, a B2W e muitas outras.

Fornecemos toda a orientação e assessoria que você precisa para escalar os seus negócios, economizar no pagamento de impostos e ao mesmo tempo, permanecer em dia com o fisco.

Para conhecer os nossos serviços e descobrir como podemos ajudar você e a sua empresa, é muito simples, basta clicar em um dos botões abaixo e entrar em contato conosco!

Esperamos por você, não feche esta janela, sem nos consultar e comece a economizar!

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Vale A Pena Ser Advogado Pj - Eu Contador Contabilidade Online

Vale a pena ser advogado PJ?

Vale a pena ser advogado PJ? Essa é uma dúvida muito comum entre profissionais de advocacia que estão avaliando a possibilidade de abrir um CNPJ.

Recomendado só para você
Atenção! A Receita Federal está fiscalizando as irregularidades tributárias Tire…
Cresta Posts Box by CP