Fale Conosco
  • phone
    (11) 2041-1019 \ (11) 2041-7266
  • location_on

    Rua Engenheiro Osvaldo Andreani 614, Sala 1 Vila Rio Branco, Zona Leste.

Deixe sua Mensagem

Como um Produtor Digital deve emitir sua nota fiscal?

Como Um Produtor Digital Deve Emitir Sua Nota Fiscal - Como um Produtor Digital deve emitir sua nota fiscal?

Como um Produtor Digital deve emitir sua nota fiscal? com os negócios migrando, cada vez mais, para o meio digital ou mesmo sendo criados na própria internet, é normal que haja muitas dúvidas sobre as questões burocráticas. Entre elas, a emissão de notas fiscais, já que se trata de uma exigência até para os negócios online.

Portanto, se você faz parte do grupo de empreendedores digitais, que deseja realizar todas as suas atividades de forma adequada, continue lendo este artigo. Com certeza, vai ajudar muito, inclusive, a saber como um produtor digital deve emitir sua nota fiscal?

Para tanto, confira os tópicos a seguir:

  • Quando um produtor digital deve emitir nota fiscal
  • O que precisa para produtor digital emitir nota fiscal
  • Como produtor digital consegue gerar o documento

Quando um produtor digital deve emitir nota fiscal

Trabalhar de forma online se tornou uma atividade mais comum nos últimos anos. E, a cada dia, mais se assemelha com as atividades tradicionais, pois da mesma forma exige dedicação, comprometimento e seguir algumas normas burocráticas.

Entre elas, emitir nota fiscal, o que pode ser solicitado pelos seus clientes, mas também é uma forma de mostrar profissionalismo e que o seu negócio está atuando de maneira regular. No caso do produtor digital, funciona de maneira semelhante.

Quem possui a função de produtor digital, criando artigos, vídeos, ilustrações, e-books, cursos online e outros materiais, que são comercializados pela internet, também pode emitir nota fiscal. Para tanto, é preciso formalizar o seu negócio.

No entanto, antes de formalizar a sua atividade e gerar o documento, é importante que o profissional experimente o mercado e verifique se é isso mesmo o que deseja. Afinal, por mais que, hoje em dia, seja possível abrir uma empresa de forma prática e barata, há um preço.

Então, antes de gastar dinheiro e tempo com os trâmites legais, veja se é isso mesmo o que você quer fazer. E, ao decidir investir nessa profissão, não tarde a regularizar o seu negócio. Afinal, isso também faz com que você continue contribuindo com a previdência social.

Varejo e Atacado

O que precisa para produtor digital emitir nota fiscal

Para emitir nota fiscal, o produtor digital deve ter um CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, o que significa que tem uma empresa. Para esse tipo de empreendedor, uma forma de se regularizar é se tornando MEI – microempreendedor individual.

Nessa modalidade, gasta-se bem menos do que outros tipos de empresário, em torno de 50 reais por mês. Esse valor é referente, principalmente, à previdência social, o que quer dizer que você vai estar colaborando com a sua futura aposentadoria.

Para tanto, é preciso acessar o Portal do MEI e se formalizar, o que é feito pela própria internet, de maneira simples e rápida. Assim, em pouco tempo, você já tem em mãos o CNPJ da sua empresa.

No entanto, para se enquadrar como MEI é preciso faturar até 81 mil reais por ano. Mais do que isso, é necessário se tornar um microempresário, o que exige a contratação de um contador e um trâmite burocrático igual ao de qualquer outra empresa.

Como produtor digital consegue gerar o documento

O produtor digital deve se formalizar como prestador de serviços ao se tornar MEI e, para emitir nota fiscal, é preciso verificar as regras da sua cidade. Isso porque as notas fiscais de prestação de serviços são regulamentadas pelas prefeituras.

Em muitas delas, já está implantada a nota fiscal eletrônica de serviços, o que é uma facilidade, pois a geração do documento e o envio para o governo é todo online. Porém, é preciso ainda estar atento às regras, pois o MEI não é obrigado a emitir nota fiscal para cliente pessoa física.

 

Se você possui um comércio e recentemente mudou de ECF para o Cupom Fiscal SAT, neste vídeo expliquei um pouco sobre:

Essa é mais uma vantagem dessa modalidade de empresário, porém, se o cliente, mesmo assim, quiser a nota fiscal, é possível emitir. De qualquer forma, a obrigatoriedade da emissão existe apenas para a venda de serviços a pessoas jurídicas, isto é, outras empresas.

 

Além disso, hoje em dia, há diferentes plataformas que ajudam os produtores digitais a emitirem nota fiscal de forma mais prática, sem ter que usar os sistemas do governo, que nem sempre são eficientes.

E, à medida que o seu negócio online crescer, não se esqueça que é possível migrar para outro enquadramento de empresa, além de contratar um contador. Nessa hora, procure por profissionais de qualidade e com experiência em atender empreendedores digitais.

 

 

 

 

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.

Mais sobre Notícias

Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of