Como abrir uma PJ de TI

Compartilhe nas redes!

Como abrir uma PJ de TI? Essa é uma dúvida muito comum entre profissionais da área de TI que planejam conquistar clientes e atuar por conta própria.

Milhares de empresas em diferentes segmentos e de todas as partes do país, contratam profissionais de TI para realizar trabalhos temporários ou contínuos.

O universo de oportunidades é gigantesco e inclui desde serviços em manutenção e montagem de equipamentos, a manutenção em servidores, implementação de medidas de segurança e desenvolvimento de softwares.

Muitos profissionais aproveitam essa demanda para garantir uma boa renda extra ou montar o seu próprio negócio, atuando por conta própria.

No entanto, o que nem todos sabem é que podem exercer seus serviços como PJ (pessoa jurídica) e com isso garantir excelentes benefícios, dentre eles:

  • Economia de impostos: Quem decide abrir uma PJ de TI pode pagar menos impostos;
  • Expansão da carteira de clientes: Muitas empresas precisam de nota fiscal, e, portanto, só podem contratar profissionais que possuem CNPJ e emitem nota pelos serviços prestados.

Você atua na área de TI, deseja saber mais sobre o assunto e conferir o que é preciso para abrir o seu CNPJ?

Clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco ou acompanhe esse conteúdo até o final e tire todas as suas dúvidas.

Vale a pena abrir uma PJ de TI?

Muitos profissionais que atuam de forma autônoma e independente se perguntam se realmente vale a pena abrir uma PJ de TI.

Diante desse tipo de dúvida, podemos afirmar que vale muito a pena, não só em função das chances de conquistar mais clientes, mas também, em razão da significativa economia de impostos.

Profissionais de TI que não possuem CNPJ e que faturam mensalmente mais de R$ 1.903,98 precisam pagar uma guia de contribuição para o Imposto de Renda, cuja alíquota pode chegar a 27,50%.

Enquanto isso, profissionais que decidem abrir uma PJ de TI, podem contribuir com alíquotas a partir de 6% ao mês no Simples Nacional ou 13,33% no Lucro Presumido.

Colocando os valores na ponta do lápis, a diferença no volume de impostos pagos por um profissional autônomo e um que possui CNPJ é realmente grande, não é mesmo?

Diante disso, não tenha dúvidas: Vale muito a pena abrir uma PJ de TI.

Quanto custa abrir uma PJ de TI?

Abrir uma PJ de TI pode custar bem menos do que você imagina, sabia disso?

Muitos acreditam que abrir um CNPJ no Brasil envolve altos custos, o que na prática, não é uma verdade.

O empreendedor que deseja abrir um CNPJ e formalizar suas atividades, possui basicamente dois custos:

  • Honorários Contábeis: Valor cobrado pelo contador para cuidar dos trâmites de abertura e legalização de empresas.
  • Taxa da Junta Comercial: A Junta Comercial funciona como uma espécie de cartório para registro de empresas e cobra uma pequena taxa pelos seus serviços.

O custo para abrir uma PJ de TI varia de região para região do país, mas certamente, é bem menor do que você imagina.

Clique em um dos botões ao final da página, entre em contato por WhatsApp e faça um orçamento sem compromisso conosco.

O que é preciso para abrir uma PJ de TI?

Com o apoio de um contador, abrir uma PJ de TI é realmente muito simples e você precisará apenas de alguns documentos:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de Residência;
  • Carnê IPTU do local para instalação da empresa (pode ser sua própria residência);
  • Certidão de casamento (se casado).

Esses são os documentos básicos que um contador precisa para registrar a sua empresa e abrir o seu CNPJ.

Passo a Passo para abrir uma PJ de TI

Você já sabe que vale a pena abrir uma PJ de TI, quanto custa e quais são os documentos necessários para essa importante decisão.

Sendo assim, é hora de conferir um passo a passo para abrir o seu CNPJ de forma simples e descomplicada.

1.Contrate uma contabilidade especializada: O primeiro passo para abrir uma empresa, independente do seu porte ou segmento, é a contratação de um serviço de contabilidade.

Preferencialmente, você deve optar por um serviço de contabilidade especializado em empresas e profissionais autônomos da área de TI.

Aqui no Eu Contador, por exemplo, atendemos profissionais de várias partes do país.

2.Reúna os documentos necessários: Você já sabe quais são os documentos necessários para abrir uma PJ de TI, certo?

Sendo assim, se você realmente pretende abrir um CNPJ, conquistar mais clientes e pagar menos impostos, comece separando esses documentos.

3.Defina seu regime tributário e natureza jurídica: Para abrir um CNPJ, você precisará definir em conjunto com o seu contador, o melhor regime tributário e a melhor natureza jurídica (tipo de empresa) para o seu negócio.

Em relação ao regime tributário, as opções mais recomendadas para profissionais de TI, são o Simples Nacional e o Lucro Presumido.

Por sua vez, em relação a Natureza Jurídica, você pode abrir uma EI – Empresário Individual ou uma SLU – Sociedade Limitada Unipessoal (caso não tenha sócios) ou uma Sociedade Empresária Limitada (caso tenha sócios).

4.Defina suas atividades: Você também precisará informar ao seu contador quais atividades pretende desenvolver, para que assim, o mesmo possa vincular o seu CNPJ aos CNAEs corretos.

Confira algumas opções:

  • 4751-2/01 Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática;
  • 6201-5/01 Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda;
  • 6204-0/00 Consultoria em tecnologia da informação;
  • 6209-1/00 Suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação.

5.Aguarde a regularização da empresa: Por fim, basta aguardar enquanto a contabilidade cuida dos documentos para regularização da sua empresa, dentre eles:

  • CNPJ;
  • Inscrição Municipal;
  • Alvará de Localização e Funcionamento.

PJ de TI pode ser MEI?

Sim. PJ de TI pode ser MEI, desde que exerça apenas as seguintes atividades:

  • Comerciante de equipamentos e suprimentos de informática independente – CNAE 4751-2/01
  • Instalador(a) de rede de computadores independente – CNAE 6190-6/99
  • Instrutor(a) de informática independente – CNAE 8599-6/03
  • Técnico(a) de manutenção de computador independente – CNAE 9511-8/00

Neste caso, o faturamento anual não pode ultrapassar R$ 81 mil e além disso, só é possível contratar 1 funcionário.

Deseja saber mais e abrir uma PJ de TI? Clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco!

 

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Simples Nacional para engenheiros

Simples Nacional para engenheiros

Como funciona o Simples Nacional para engenheiros? Será que este é o melhor regime tributário para engenheiros que possuem ou pretendem abrir um CNPJ? Em

Recomendado só para você
Na hora de abrir um CNPJ você sabe qual é…
Cresta Posts Box by CP