Como abrir um restaurante mexicano

Compartilhe nas redes!

Abrir um restaurante mexicano pode ser o sonho de muitas pessoas que querem empreender no ramo alimentício. No entanto, muitas não sabem por onde começar.

Começar uma empresa, seja qual for o segmento dela, é algo que precisa ser feito com planejamento e cautela, para evitar cometer erros que podem prejudicar o negócio.

Pensando nisso, hoje o Eu Contador decidiu escrever este artigo explicando tudo que você precisa saber para abrir um restaurante mexicano e ter sucesso. Vamos começar?

Por que abrir um restaurante?

Quando analisamos os dados do setor, vemos que abrir um restaurante, seja mexicano ou de qualquer outro estilo de cozinha, trata-se de um ótimo negócio com muito potencial.

Por exemplo, se pegarmos os números pré-pandemia, pelo menos 37% dos brasileiros faziam suas refeições fora de casa, sendo por volta de 80 milhões de consumidores.

Para se ter uma ideia, esse é um mercado que movimenta mais de 170 bilhões de reais por ano, sendo que anualmente, o seu crescimento fica em torno de 12%.

O único momento de retração histórica foi na pandemia do coronavírus, quando mais de 600 mil postos de emprego foram perdidos. Todavia, em 2022 o setor já havia se recuperado.

Isso significa que, abrir um restaurante mexicano em 2023 pode ser uma ótima ideia de investimento que irá usufruir de um ambiente muito mais favorável no geral.

Guia para abrir um restaurante mexicano

Veja este guia que criamos para abrir um restaurante mexicano.

1. Crie um plano de negócios

A primeira coisa que o empreendedor deve fazer é criar um plano de negócios. Essa é uma etapa do negócio que, na maioria absoluta das vezes, é completamente ignorada.

Entretanto, um plano de negócios bem feito garante uma enorme vantagem estratégica sobre a concorrência. Isso porque no plano de negócios responde à várias questões, como:

  • O que é o negócio;
  • Quais os principais produtos e serviços oferecidos;
  • Quem serão os seus principais clientes, ou seja, o público-alvo;
  • Onde será localizada a empresa;
  • O montante de capital a ser investido e o capital giro necessário;
  • Qual será o faturamento mensal;
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne.

Em outras palavras, a função do plano de negócios é dar ao empreendedor uma visão mais ampla a respeito da empresa e do mercado no qual ela está inserida.

No plano de negócios de um restaurante, por exemplo, você pode também falar a respeito do cardápio, dos ingredientes, dos fornecedores, experiência gastronômica e etc.

Com um plano de negócios bem elaborado, o empreendedor nunca ficará perdido a respeito do que fazer para ter sucesso ao abrir um restaurante mexicano.

2. Faça a escolha do local ideal

Algo muito importante de ser considerado no momento de abrir um restaurante mexicano é a localização deste. Todo empreendimento precisa estar estrategicamente localizado.

Quando falamos de um restaurante, o ideal é que ele esteja em um local com grande fluxo de pessoas e no qual seja possível ter uma boa visualização da loja.

Também é importante pensar no acesso das pessoas. No caso, o restaurante mexicano pode tanto ser de porta para a rua, quanto dentro de um centro ou shopping.

Considere também a região na qual o restaurante estará sendo montado. Isso terá uma influência muito grande no seu público-alvo, que geralmente é de quem mora mais perto.

Por outro lado, não se esqueça de ver os aspectos legais relacionados, em especial, com a regularização do restaurante. Isso implica questões de zoneamento junto à prefeitura.

3. Tenha parceria com bons fornecedores

Nenhum restaurante pode funcionar sem ter uma boa relação com fornecedores diversos. Desde aqueles que vendem os alimentos e ingredientes, até os que prestam serviços.

Considere, contudo, que para escolher os fornecedores é preciso analisar muitos aspectos diferentes. Entre eles, podemos citar:

  • Melhor proposta financeira;
  • Tempo médio de entrega;
  • Se atende as necessidades do restaurante;
  • Taxas de entrega;
  • Reputação no mercado.

No caso, o ideal é ter pelo menos três opções diferentes de fornecedores à disposição do restaurante, o que permite uma melhor negociação e se precaver quanto a imprevistos.

4. Monte o cardápio do jeito certo

Quando falamos em abrir um restaurante mexicano, não podemos nos esquecer do cardápio. Talvez possa parecer óbvio, mas é sempre importante destacar o óbvio.

No caso, a comida mexicana tem uma forte ênfase em pratos com milho, feijão, pimenta e chocolate. Em especial a pimenta, já que trata-se de uma culinária bastante picante.

Por isso, alguns pratos que não podem faltar são os seguintes:

  • Guacamole;
  • Chilli com Carne;
  • Tortillas;
  • Tacos de Carne;
  • Burrito;
  • Nachos;
  • Mixiote;
  • Entre outros.

Por outro lado, não deixe de ficar atento às novidades do que estiver fazendo sucesso no México.

5. Invista em estrutura e equipamentos

Para abrir um restaurante mexicano é necessário ter estrutura e equipamentos. Em especial um espaço que acomode um salão para refeições, banheiros, depósito e cozinha.

Se estivermos falando de um restaurante com balcão de buffet, o ideal é que o espaço total tenha uma área de 120m² no mínimo, podendo atender até 250 clientes por dia.

Já quanto aos equipamentos necessários, considere os seguintes:

  • Frigideira;
  • Prensa de Tortilla;
  • Panela de Barro;
  • Fogão industrial;
  • Vitrines geladas;
  • Freezer horizontal;
  • Multiprocessador de alimentos;
  • Espremedor de frutas para sucos;
  • Extrator de sucos industrial;
  • Forno de microondas;
  • Liquidificador industrial;
  • Geladeira;
  • Mesas e cadeiras;
  • Balança eletrônica;
  • Equipamentos para escritório;
  • Um caixa físico;
  • Computador;
  • Telefone;
  • Máquina de cartão;
  • Entre outros.

6. Documentação necessária

Por fim, não podemos nos esquecer da documentação necessária para abrir um restaurante mexicano. No caso da empresa, serão exigidos os seguintes documentos:

  • CNPJ;
  • IPTU do imóvel;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Alvará de funcionamento;
  • Entre outros documentos específicos da cidade.

Já os sócios do restaurante mexicano precisam apresentar os seguintes documentos:

  • 1 cópia simples do comprovante de residência;
  • Certidão de casamento (se casado);
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada ( a Carteira Nacional de Habilitação também é válida);

Abra um restaurante mexicano com a Eu Contador

O processo de abertura de uma empresa pode ser um pouco complexo. Apesar de já ter todos os documentos em mãos, é importante ter algum auxílio.

Para abrir o restaurante sem nenhum problema, você pode contar com uma contabilidade especializada, clique em um dos botões abaixo e conte com o time do Eu Contador.

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
Você já pensou em abrir um lava rápido? Já? Muitas…
Cresta Posts Box by CP