Como abrir um e-commerce passo a passo

Compartilhe nas redes!

Muitas pessoas querem saber como abrir um e-commerce para começar a faturar com um negócio próprio que está cada vez mais popular e que pode ser gerido de casa.

Se comparado aos comércios tradicionais, e-commerces são uma alternativa menos burocrática para começar a vender produtos. Todavia, ainda assim é importante se planejar.

Pensando nisso, hoje decidimos escrever a respeito do que você irá precisar considerar para começar o seu e-commerce do jeito certo.

Definição de e-commerce

Antes de aprender como abrir um e-commerce, é necessário saber a definição de um. A começar pelo nome: e-commerce se traduz como “Comércio Eletrônico”.

Isso significa que esse tipo de comércio depende exclusivamente da internet para funcionar. Não há necessidade de ter um ponto físico para trabalhar com um e-commerce.

Vale destacar que o termo e-commerce também pode ser usado para definir qualquer tipo de comércio feito pela internet, e não apenas as lojas virtuais.

3 razões para abrir um e-commerce

Hoje em dia, cada vez mais as relações de trabalho se alteram. Se antigamente era necessário ter uma loja física em um ponto disputado da cidade, hoje isso é opcional.

Qualquer um pode se tornar um vendedor e ganhar dinheiro sabendo como abrir um e-commerce, basta se planejar direito. Veja agora 3 razões para abrir um e-commerce.

1. Maior escalabilidade e alcance

Uma loja física depende das pessoas que moram na mesma região ou cidade. Já um e-commerce consegue alcançar o país inteiro apenas com a internet.

Isso significa que se torna muito fácil escalar as vendas. O faturamento já não fica mais restringindo as limitações físicas de um ponto em uma localização específica.

2. Diminuição nos custos do negócio

Uma das principais razões para o empreender querer saber como abrir um e-commerce, é porque ele sabe que lojas virtuais requerem menos investimento.

Um e-commerce consegue economizar com aluguel, com energia, com equipamentos, burocracia da prefeitura e estadual e muito mais. O seu maior gasto é com estoque.

3. Comodidade para quem compra

O fato é que cada vez mais as pessoas estão dispostas a pagar por comodidade. Se elas tiverem que pagar uma pequena taxa para receber um produto em casa, elas pagam.

Por isso que o número de e-commerces vem aumentando exponencialmente. Inclusive, se bem planejado, o e-commerce pode isentar a taxa de entrega e escalar ainda mais vendas.

Passo a passo para abrir um e-commerce

Agora que você já entendeu as vantagens de ter um e-commerce, vamos falar sobre o passo a passo de como abrir um e-commerce. Vamos lá?

Passo 1: Definição do produto ou serviço

Por mais simples e prático que seja a administração de um e-commerce, o empresário não pode cair no erro de querer vender de tudo. Crie um negócio focado.

Definir quais produtos ou qual produto o seu e-commerce irá vender é essencial para conseguir organizar o estoque e escolher os fornecedores certos.

Passo 2: Registro do nome e domínio

Um e-commerce é uma empresa e toda empresa precisa de um nome e um domínio. Registrar esse nome e o domínio, por sua vez, é essencial.

Com um nome bem definido e pensado, torna-se muito mais fácil fazer da marca do seu e-commerce mais famosa e propensa a ganhar autoridade.

Passo 3: Escolha da plataforma

Hoje em dia também existem muitas plataformas de e-commerce, que oferecem toda a infraestrutura para o empresário criar a sua própria loja e já sair ganhando dinheiro.

Vale ressaltar que cada plataforma tem condições diferentes, cobra taxas diferentes e oferece diferentes ferramentas. Considere isso para saber como abrir um e-commerce.

Passo 4: Cadastramento adequado dos produtos

Um dos pontos mais importantes que todo empreendedor deve considerar na hora de montar o seu e-commerce, é quanto ao cadastramento adequado dos produtos.

Produtos que são cadastrados com boas fotos e uma descrição atraente, tem muito mais chances de chamar a atenção das pessoas e serem vendidos.

Passo 5: Divulgação com marketing digital

Por estarmos falando de e-commerce, não há nada que funcione melhor do que o investimento em marketing digital. Ainda mais propaganda paga.

Com o auxílio de ferramentas como o Facebook Ads e o Google Ads é possível, com um investimento relativamente baixo, alcançar muitas pessoas.

Há ainda também a possibilidade de criar conteúdo orgânico por meio de um blog e divulgá-lo nas redes sociais, atraindo apenas consumidores qualificados.

Passo 6: Investimento em logística de entrega

O principal ponto de venda de um e-commerce são as facilidades relacionadas à entrega dos itens comprados. Ter uma boa logística de entrega é fundamental.

Muitas vezes a loja pode ficar dependente dos correios. Mas isso não significa que não seja possível contratar o serviço de entregadoras terceirizadas que podem ser mais rápidas.

Passo 7: Peça auxílio de uma contabilidade especializada

Mesmo negócios online, ainda mais levando em conta o seu potencial de faturamento, precisam ter a formalização de empresa, CNPJ, pagar impostos, emitir nota fiscal, etc.

Por isso, para saber como abrir um e-commerce da maneira correta sem cometer erros, é fundamental buscar auxílio de uma contabilidade especializada, como Eu Contador.

Quanto custa abrir um e-commerce?

O grande erro de qualquer empreendedor que quer iniciar um negócio online, é achar que não irá precisar de uma boa infraestrutura. Isso está errado.

Por mais que se trate de um negócio digital, é muito importante investir na marca e na qualidade do serviço, ainda mais quanto a entrega e o atendimento.

Isso significa que, por mais que não haja os custos de se manter uma estrutura física, isso não significa que outros gastos não serão necessários.

Alguns destes gastos que se deve considerar:

  • Hospedagem do site e compra do domínio;
  • Personalização e criação da página;
  • Compra de produtos para abastecer o estoque;
  • Custos com a logística de entregas;
  • Investimento em divulgação e marketing;
  • Pagamento de impostos;
  • Licenças de programas e soluções online, como o Enotas, para ajudar na gestão;
  • Serviços terceirizados de contabilidade;
  • Entre outros.

O valor exato que será necessário, por outro lado, é bastante relativo, pois tudo irá depender do tamanho do e-commerce e do que ele pretende vender.

Você está pensando em como abrir um e-commerce? Então venha conhecer os serviços da Eu Contador, somos uma contabilidade especializada em negócios digitais e te ajudaremos em todo o processo.

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Vale A Pena Ser Advogado Pj - Eu Contador Contabilidade Online

Vale a pena ser advogado PJ?

Vale a pena ser advogado PJ? Essa é uma dúvida muito comum entre profissionais de advocacia que estão avaliando a possibilidade de abrir um CNPJ.

Recomendado só para você
Você sabe o que é razão social da empresa? Essa…
Cresta Posts Box by CP