Conheça algumas das inconsistências da CLT para Clínicas Médicas

Compartilhe nas redes!

Sabe de quando é a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) original? De Maio de 1943. Agora, imagine só a quantidade de mudanças que ocorreram nas relações e dinâmicas de trabalho desde então. Creio que você deve diretamente chegar à conclusão de que algo deve estar desatualizado. Se nos aproximarmos das novas profissões tecnológicas, a coisa toda fica mais incompatível ainda.

O mundo mudou, e as regulamentações que regem as relações de trabalho precisam se atualizar para não prejudicar os trabalhadores nem as empresas.

Saiba todos os regimes para clínica médica

Na verdade, ela mudou bastante: é só dar uma olhada no texto que a Casa Civil, da Presidência da República, divulga na página do planalto.

Mesmo assim, ainda tem muita coisa que permanece no tempo e não faz mais sentido.

Entre as cláusulas mais incoerentes com os tempos atuais, encontramos:

Sair e entrar do trabalho em 10 minutos

Está estabelecido que qualquer trabalhador só tem 10 minutos para entrar e sair da empresa, horário de almoço incluído.

O maior problema acontece em instalações de grande porte, nas quais, obviamente, este tempo não é suficiente para percorrer a distância completa.

Marcar o Ponto na própria Empresa

Você sabia que ainda é obrigatório fazer aquele velho procedimento, de “marcar o ponto”, na própria empresa?

Em tempos de trabalho online ou nos casos onde o funcionário exerce suas funções em campo – vendedores e distribuidores, por exemplo -, essa regra perde todo o sentido.

Limite para Estagiários

A lei impede que um estudante faça estágio em uma empresa por mais de dois anos.

A cláusula surgiu para evitar que as instituições se aproveitem de mão de obra barata.

O problema é que também acabou barrando as possibilidades de continuidade na tarefa quando ela ainda interesse aos dois lados – estudante e instituição. Resultado?

Perda do vínculo e descontinuidade.

Trabalho HomeOffice (remoto)

Em 2011 uma disposição aprovou o pagamento de horas extras para atividades como atender ao telefone ou ler o email fora do horário de trabalho.

O grande problema é que o trabalho remoto nem sempre acontece dentro das tradicionais “8 horas de trabalho diárias” e é impossível estabelecer este tipo de controle.

Imagine só quando as atribuições impliquem em manter contato com fusos horários de outros países.

Descanso forçado

De acordo com a CLT, o funcionário é obrigado a parar de trabalhar nas férias, ainda que queira continuar sua atividade.

Também não dá pra dividir as férias em mais de dois períodos – ou intervalos de menos de 10 dias.

Detalhe: se você tiver mais de 50 anos, não pode fracionar o período. O problema é que muita gente não quer ter o descanso completo.

E agora?

Inegavelmente o que o governo atual tem insistido na proposta da reforma e atualização da CLT vigente, através da terceirização.

A ideia é modernizar a Lei sem que, com isso, o trabalhador perca direitos fundamentais.

Surpreendentemente a medida gera polêmica em sindicatos e associações de trabalhadores, que sempre prezam pela manutenção dos direitos trabalhistas conquistados previamente.

Mesmo assim, as duas principais mudanças propostas são:

Terceirização

Atualmente, as empresas só podem terceirizar serviços intermediários, e não o “produto final”.

Primeiramente a proposta defende que os serviços terceirizados sejam regulamentados de outra maneira e que se permita contratar trabalhadores externos para qualquer atividade das empresas privadas.

PPE – Programa de Proteção ao Emprego

Em suma a nova proposta defende a permanência das decisões tomadas em momentos de crise financeira – quando o funcionário pode ter sua jornada de trabalho reduzida, assim como salário. A Lei atual tem prazo de validade até o final de 2017.

E você, o que acha da CLT vigente, e a famosa , bem como as medidas propostas pelo governo? Acredita que vão beneficiar os trabalhadores e empresas?

O euContador é um escritório de contabilidade online com atendimento direto e personalizado (chat, skype, whatsapp ou telefone).
Mantemos sua empresa 100% REGULARIZADA !
Comece agora mesmo!!!

Classifique nosso post

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

Simples Nacional para engenheiros

Simples Nacional para engenheiros

Como funciona o Simples Nacional para engenheiros? Será que este é o melhor regime tributário para engenheiros que possuem ou pretendem abrir um CNPJ? Em

Recomendado só para você
Aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 04 de outubro,…
Cresta Posts Box by CP