home Voltar ao site
Navegação
Fale Conosco
  • phone
    (11) 2041-1019 \ (11) 2041-7266
  • location_on

    Rua Engenheiro Osvaldo Andreani 614, Sala 1 Vila Rio Branco, Zona Leste.

Deixe sua Mensagem

Como abrir empresa de serviços de engenharia em São Paulo?

Como abrir empresa de serviços de engenharia - Como abrir empresa de serviços de engenharia em São Paulo?

Quem deseja saber como abrir empresa de serviços de engenharia em São Paulo deve estar atento às peculiaridades que esse tipo de negócio exige. Afinal, trata-se de um empreendimento em que deve haver profissionais com registro no órgão responsável.

Também é preciso verificar os procedimentos legais para obter CNPJ e para prestar serviços no município. Portanto, continue lendo este artigo e, nos tópicos a seguir, confira as principais informações pertinentes ao assunto.

  • Como abrir empresa em São Paulo
  • Como prestar serviços de engenharia
  • Quais as melhores escolhas para o negócio

Como abrir empresa em São Paulo

O primeiro passo de como abrir empresa de serviços de engenharia em São Paulo é ir até à Junta Comercial da sua cidade, onde é preciso fazer o registro da empresa. Hoje, pessoas de todo o Brasil, inclusive, de São Paulo, conseguem realizar o procedimento online.

Para tanto, basta acessar o site da RedeSim e seguir o passo a passo. Já que os procedimentos pelo site são unificados, os documentos são entregues e analisados uma única vez. Além disso, após aprovada a solicitação de abertura de empresa, os demais passos são fáceis.

Afinal, com a sua empresa oficialmente aberta, você já obtém o CNPJ do seu negócio, emitido pela Receita Federal, bem como o NIRE – Número de Identificação do Registro de Empresas e as inscrições tributárias.

No caso da empresa de engenharia, apenas a inscrição municipal, pois se trata de uma prestadora de serviços. Durante essa etapa do processo, é importante que você esteja atento à escolha do CNAES – Classificação Nacional de Atividades Econômicas.

Trata-se do código com o qual o governo identifica o segmento da sua empresa, para que possa calcular adequadamente os impostos a serem pagos. No caso da engenharia, é possível escolher entre os seguintes:

  • CNAE: 7112-0/00 – Serviços de Engenharia
  • CNAE: 7020-4/00 – Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica

Existem outros códigos para empresas de engenharia, esses dois são apenas exemplos. Por isso, acesse o site do IBGE e verifique quais são todos eles.

Engenharia e Arquitetura

Como prestar serviços de engenharia

Diferente das empresas do setor da indústria e do comércio, que precisam da inscrição estadual, com a qual pagam o ICMS para transportar produtos, prestadores de serviço devem ter a inscrição municipal. É o caso das empresas de serviços de engenharia.

Isso porque é o município quem gerencia as empresas desse setor. Outros documentos importantes são os alvarás, como o de funcionamento, que se obtém também na Junta Comercial, e o emitido pelo Corpo de Bombeiros.

Mais uma peculiaridade dos negócios de serviços de engenharia é que tanto a empresa como pessoa jurídica e os engenheiros contratados como pessoas físicas devem ter registro no CREA. Essa é a entidade que fiscaliza o ramo de atividades.

O registro no CREA é feito através da entidade estadual. Empresas e profissionais devem pagar por ele, bem como uma taxa de anuidade.

Quais as melhores escolhas para o negócio

Junto à abertura de empresa, é preciso decidir em qual regime jurídico e tributário se enquadrar. Se você não tiver sócios, pode escolher entre EI – Empresário Individual e EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada.

A diferença entre ambos está no fato de que no EI não há separação de bens de pessoa física e jurídica. Enquanto no EIRELI existe, assim, em caso de dívidas na empresa, os bens pessoais ficam seguros. Mas para tanto deve-se ter capital social de pelo menos 100 salários mínimos.

Já se você tiver sócios, o enquadramento é como Sociedade Limitada, em que existe a separação de bens de pessoa física e jurídica. Deve-se formular um contrato para definir a responsabilidade de cada um, bem como a distribuição do capital entre as partes.

Outra definição é quanto ao porte da empresa, sendo que negócios que abrem as suas portas costumam se enquadrar como microempresas, que são os negócios que faturam até R$ 360 mil. Mais do que isso, sem ultrapassar os R$ 4,8 milhões, são pequenas empresas.

Em relação ao regime tributário, é possível optar pelo Simples Nacional, que se trata de uma forma mais fácil e barata de pagar impostos, a fim de facilitar o trabalho de microempresas e pequenas empresas. Senão, existe o de Lucro Presumido.

No caso da empresa de serviços de engenharia, é vantagem escolher o Simples Nacional conforme os gastos com a folha de pagamento, entre outros fatores. Para essa decisão, contratar um contador experiente é a melhor solução.

Isso porque ele pode fazer os levantamentos necessário e ajudar você a decidir o que é melhor para o seu negócio.

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.

Mais sobre Notícias

Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of