Uma pesquisa do Instituto Data Popular, divulgada em junho deste ano, revelou que 28% dos brasileiros desejam ter a sua própria empresa. Fazer sua própria rotina e trabalhar com o que gosta são uns dos motivos que levam muitos a sonhar com a própria empresa. Porém, para viver esse sonho é preciso organização, muito estudo e dedicação. Nesse post você vai acompanhar algumas dicas que podem facilitar todo o processo de abertura de um empreendimento comercial.

Entenda o Mercado (Benchmark)

O primeiro passo é estudar, analisar e tentar entender o mercado no qual você pretende se inserir como empresário.  Nessa etapa você tem que saber se existe demanda para o produto ou serviço que pretende negociar, definir um público-alvo e entender o comportamento e os desejos desse público, quem faz parte desse público, quanto gastam etc. Esse estudo, também conhecido como avaliação de mercado, é que vai te dar certa segurança e já apontar algumas diretrizes para sua empresa.

Análise de Concorrentes

No segundo momento é preciso fazer uma análise dos seus possíveis concorrentes e dos produtos/serviços que eles negociam na praça. Você pode também fazer um estudo dos clientes deles e de como a concorrência se posiciona no mercado ou se relaciona com o cliente.  Você pode encontrar pequenas brechas para atuação da sua empresa ou mesmo explorar atividades que seus concorrentes não conseguem atender adequadamente. E, isso, pode ser um diferencial tremendo para sua empresa.

Processo de Venda

Você precisa estabelecer de que forma sua empresa vai negociar, ou seja, de que maneira você vai realizar as vendas, no terceiro passo. Então, você deve ser perguntar se vai abrir uma loja física ou se atenderá seus clientes no ambiente da internet, com uma loja virtual. Haverá filiais de distribuição, parcerias ou outras empresas que levam seu produto até o consumidor? Essas perguntas precisam ser respondidas para que, posteriormente, seja definido se você precisará contratar vendedores e como eles atuarão no processo de venda.

Investimento Inicial

O um estudo do investimento inicial necessário também é outro passo importantíssimo.  Faça uma planilha e coloque na ponta da caneta todos os gastos iniciais. Tente fazer previsão de quanto tempo a empresa levará para se estabelecer no mercado e, assim, os lucros cobrirem o investimento inicial.

Largar tudo?

Uma das dúvidas mais cruéis que perturbam os pensamentos dos empreendedores iniciantes é se eles devem sair do emprego e se dedicarem exclusivamente ao negócio próprio ou se devem permanecer por mais algum período. Essa dúvida só pode se respondida da seguinte maneira: Suas reservas atuais são suficientes para fazer o investimento inicial e cobrir alguns meses de resultados negativos até que sua empresa se consolide no mercado?

Além disso, suas reservas são capazes de “segurar” a empresa e também cobrir suas despesas e gastos pessoais? Se a resposta for sim, você pode se sentir a vontade para se dedicar exclusivamente ao novo empreendimento. Se não, considere a opção de conciliar seu emprego atual com a rotina do seu negócio próprio.

Gastos fixos e variáveis

Na sexta etapa é importante colocar na ponta da caneta todos os gastos fixos e os gastos variáveis para que a empresa desenvolva as atividades. Com isso é possível começar a fixar os preços do seu produto, ter uma estimativa de lucro em determinado período e, ainda, estabelecer uma política de vendas.

É preciso ter ciência da quantidade de recursos necessários para colocar a empresa em operação.  Você precisará arcar com custos de maquinário, de contratação de pessoal, de aluguel de imóvel, por exemplo.

Para entregar um produto ou serviço, você tem de ser capaz de produzi-lo ou oferta-lo. Isso requer competências e conhecimento técnicos e administrativos. Então, você precisa se perguntar se é capaz de produzir ou ofertar o que pretende colocar em negociação no mercado.

O último passo é o registro legal do seu empreendimento junto aos órgãos competentes. Nessa etapa é importante contar com ajuda de um contador (euContador), advogado ou de um escritório com experiência nesse tipo de procedimento. Eles poderão prestar auxilio e indicar passo a passo as formas de como legalizar a empresa.

 

Veja mais dicas em como abrir uma empresa em:

 

Não acredite em soluções milagrosas, contabilidade é coisa séria. O euContador é um escritório de contabilidade online, com mais de 30 anos de experiência no mercado contábil. Venha tomar um café conosco ☕, ou conheça nossos serviços, estamos à total disposição.

euContador sua contabilidade online completa, de um jeito fácil, simples e econômica.

Aqui a contabilidade é de verdade. Comece agora mesmo.